16 de dez de 2011

coisas sem entendimento.

Eu não consigo entender como o tempo continua passando e eu continuo me sentindo do mesmo jeito por coisas estúpidas. Por pessoas idiotas. Não entendo como me apego a pessoas que não se importam comigo. Porque não consigo confiar em pessoas confiáveis, e quebro a cara com todos os outros. Não consigo entender. Eu tenho a hipótese que nasci com defeito. Porque eu continuo me esforçando todas as manhãs, mas continua faltando uma peça aqui dentro. Continua faltando um abraço, um sorriso, uma pessoa. Sempre vai ser assim, e eu já devia estar acostumada. Porque as coisas não costumam dar certo pra mim.

Nenhum comentário: