29 de dez de 2011

Ano novo.

Nessa virada de ano eu não tenho nada a desejar. Não que eu já tenha tudo que eu possa precisar, mas sim porque depois desse ultimo ano, não existe nada que possa tampar esse vazio aqui dentro. Nada que possa matar a saudade que senti ou secar as lagrimas que já derrubei. A única coisa que realmente espero de 2012 é que as coisas não se repitam da mesma forma. Já foi ruim o suficiente. Talvez eu mude de ideia, e na hora da contagem regressiva eu esteja pensando em alguém, um alguém aleatório, ou apenas um alguém que só exista na minha mente, alguém que eu ainda irei conhecer. Alguém bom o bastante pra fazer o próximo ano valer a pena.

Nenhum comentário: